Webinar Como eu faço?

Apresentação:

É comum pensarmos que discutir como fazer algo com um grupo de pessoas,  nos passa uma percepção que o elemento em estudo, que estamos escrutinado, será aperfeiçoado.

Podemos considerar esta premissa como verdadeira, se o grupo de discussão for formado por pessoas que executam e possuem algum conhecimento sobre o elemento. Cada um com  sua experiência, sem dúvida contribuirá para melhorar aquilo que nos propusemos a discutir.

Objetivo:
Tendo este foco, a MM Learning traz  para 2021 o Webinar “Como eu faço?” que tem como objetivo trazer especialistas de diferentes áreas da microbiologia, para discutir com uma plateia interessada de como ele faz temas relevantes no dia a dia do laboratório de microbiologia.

Publico alvo:
Microbiologista.

As palestras se darão às terças-feiras às 20h00 na Plataforma da MM Learning (ead.mundomicrobiologia.com.br)

  • Data04/05 às 20h
  • Profª.:Paula Koga
  • Carga Horária01h e 30min
  • FormatoSíncrono (AO VIVO)
  • InvestimentoR$ 190,00
Tema: Carbapenemases - métodos fenotípicos e moleculares

A resistência bacteriana aos antimicrobianos foi recentemente avaliada como tendo um impacto sobre os seres humanos semelhante ao da mudança climática global. Bactérias patogênicas possuem um arsenal para resistir a ação de antimicrobianos in vitro e in vivo.

As Carbapenemases são beta-lactamases e são partes importantes deste arsenal . Têm a capacidade de hidrolisar penicilinas, cefalosporinas, monobactans e carbapenêmicos. Essas enzimas fazem parte de três classes moleculares de beta-lactamases (A, B e D).

As enzimas da classe A e D têm um mecanismo hidrolítico baseado em serina, e onde estão inseridas a KPC. As enzimas da classe B são metalo-beta-lactamasesque contêm zinco no sítio ativo e são beta-lactamases do tipo OXA, IMP, SPM entre outras. Importantes para Acinetobacter e P. aeruginosa, respectivamente.

A transmissão horizontal mediada por plasmídeo de genes de resistência a carbapenêmicos é a principal causa do aumento na prevalência da resistência entre membros de Enterobacteriaceae.

Portanto, a detecção rápida e precisa de resistência entre bacilos Gram-negativos, especialmente em Enterobacteriaceae produtoras de carbapenemase, é muito importante para a prevenção clínica e tratamento dessas infecções. Uma variedade de métodos para a detecção rápida de fenótipos e genótipos foram desenvolvidos para uso em laboratórios de microbiologia clínica.

A MM Learning traz para você a Dra Paula Koga para mostrar e discutir as vantagens e desvantagens de métodos para pesquisa de carbapenemases empregados ou não no laboratório que ela atua.

Venha discutir com ela suas dúvidas.

Matricule-se