Papo de Laboratório

Apresentação:
É comum pensarmos que fazer algo, analisando experiências de outras pessoas, nos passa uma percepção que o elemento em estudo, que estamos escrutinando, será aperfeiçoado.

Podemos considerar esta premissa como verdadeira, se as experiências analisadas forem executadas, principalmente, por especialistas que possuem conhecimento sobre o elemento. As experiências dos especialistas, sem dúvida, contribuirão para melhorar aquilo que nos propusemos a analisar para aperfeiçoar.

Objetivo:
Tendo em vista este foco, a MM Learning traz para 2021 o “Papo de Laboratório” que tem como objetivo trazer especialistas de diferentes áreas da microbiologia, para apresentar experiências, de como ele faz temas relevantes, no dia a dia do laboratório de microbiologia.

Publico alvo:
Microbiologistas que atuam em diferentes áreas, como: farmacêutica, cosméticos, alimentos, saneantes, ambiental, tintas, polímeros, têxtil, papel e biotecnologia.

  • Profª.:Kelly Aline Santiago
  • Formato:Aula Gravada
  • Carga Horária:01h e 30min
  • Tempo de Acesso:20 dias
  • Investimento:R$ 98,00
Matricule-se
Tema: Aplicação de testes rápidos para a identificação de microrganismos

Em laboratórios de Microbiologia Clínica o isolamento pela cultura e identificação de microrganismos de amostras de pacientes ainda permanecem o principal método para diagnósticos de doenças infecciosas.

Métodos rápidos e eficientes para a detecção e caracterização de microrganismos, contudo, sempre foram e continuam sendo pesquisados por microbiologistas, tendo em vista a emergência em se diagnosticar esses tipos de patologia.

Na década de 1960, métodos que exploravam conceitos básicos de imunologia foram introduzidos no laboratório clínico para diagnósticos de doenças.

O método de EIA e a tecnologia de hibridomas alterou completamente o papel da sorologia no diagnóstico das doenças infecciosas. O avanço das técnicas permitiu que métodos, que no início eram desenhados para a pesquisa de anticorpos, fossem modificados para a detecção de antígenos do patógeno envolvido.

A partir dos anos 2000 técnicas moleculares e mais recentemente a adoção da espectrometria de massa de forma mais ampla trouxeram um novo caminho para o laboratório de microbiologia clínica.

Para o desenvolvimento desses métodos rápidos, estudos de especificidade, sensibilidade e eficácia devem ser feitos, sempre comparados com métodos de referência.

Sendo assim, na escolha dos métodos rápidos que serão introduzidos no laboratório de microbiologia, o microbiologista deve se perguntar, porque, quais, como e quando introduzir. Quais as vantagens que o método escolhido trará para o processo e para o paciente.

A MM Learning traz para você a Dra. Kelly Aline Santiago para mostrar e explicar as vantagens e desvantagens dos métodos de diagnóstico rápido empregados no laboratório que ela atua.

Matricule-se